Por que o Visual Studio Team System mudou de nome?

Microsoft ALM Com o lançamento do Visual Studio 2010 a Microsoft mudou o nome dos produtos voltados para ALM(Application Lifecycle Management) de forma a unificar o Visual Studio é uma única visão facilitando o entendimento dos clientes. No Visual Studio Team System nós tínhamos 4 versões especificas do Visual Studio (Team Edition for Software Architects, Team Edition for Software Developers, Team Edition for Database Professionals, Team Edition for Software Testers) além o Visual Studio Team Suite que englobava todos os recursos anteriores.

 

Agora no Visual Studio 2010 teremos apenas uma versão do Visual Studio (Express, Professional, Premium, Ultimate) iniciando pela primeira express que é gratuita e tendo como versão padrão o Visual Studio 2010 Professional que é um dos mais conhecidos do mercado e já traz poderosos recursos como testes unitários. Na sequencia a próxima versão é Visual Studio 2010 Premium com funcionalidades como: cobertura de código,  analise estática de código, métricas de codificação, TDD, Integração com banco de dados, Test Impact e UI Test para automação de testes de tela e na sequencia vem o Visual Studio 2010 Ultimate com suporte a diagramas UML, ferramentas de arquitetura, testes de carga e gerencia de casos de testes com o Test Professional.

 

Na prática o que aconteceu foi a simplificação dos nomes e distribuição dos recursos existentes nas versões anteriores nessas três novas visões do Visual Studio 2010 (Professional, Premium, Ultimate).

O nome Visual Studio Team System representava toda a infra estrutura de ALM. Em função disso outros produtos estavam presentes como o Team Foundation Server que é a base para todos os projetos de desenvolvimento de software.

 

Um nome como “Microsoft ALM” seria o mais indicado para cobrir toda a infra estrutura de recursos que temos a disposição para o desenvolvimento do nosso projeto do inicio ao fim com o apoio de novas ferramentas como: Visual Studio Test Professional 2010, Visual Studio Lab Management 2010 e Visual Studio Load Test Virtual User Pack.

 

Um resumo geral do Microsoft ALM seria algo assim:
Visual Studio 2010 (Professional, Premium, Ultimate) (Codificação, Arquietura, Testes)
Visual Studio Team Foundation Server 2010 (Team Build, Source Control, Processo)
Visual Studio Test Professional 2010 (Gestão de testes manuais)
Visual Studio Lab Management 2010  (Laboratório de testes)
Visual Studio Load Test Virtual User Pack (Licenças de uso teste de carga)

O que mais mudou?
– O Team Foundation Server 2010 agora pode ser instalado no seu Windows Vista, Windows 7 e custa em sua versão básica +-U$ 500 para 05 usuários sem precisar de CAL (Client Access License) com a opção de adicionar mais usuários.
– Agora dá para gravar telas de aplicações Windows Forms e reproduzir depois
– Se você comprar o Visual Studo 2010 com o contrato de atualização (SA) Software Assurance que é o MSDN Subscription você leva um Team Foundation Server completo e uma CAL de acesso.

O que achou? Participe enviando os seus comentários.

[],
Ramon Durães

 

 

Dica: Para aprofundar seus conhecimentos sobre ALM na plataforma Microsoft consulte o livro Gerenciando projetos de software usando o Visual Studio Team System.