Seja ágil e adapte-se as mudanças

Seja ágil e adapte-se as mudanças Durante o trabalho de consultoria que faço nos clientes a clássica evidência que encontro de problema em um projeto é um cronograma colado na parede. Toda a dinâmica envolvida em um projeto de software é fenomenal. Um cronograma impresso e colado na parede já está completamente desatualizado uma hora depois ou menos a depender da quantidade de pessoas envolvidas.

 

Para retratar o que ocorre de fato em projeto real eu tive hoje uma experiência muito interessante. Agendei uma carona para me pegar as 7:15 em uma estação de metrô aqui em São Paulo. Peguei o nome da estação e o nome da rua que deveria aguardar definindo assim meus objetivos. No dia anterior já iniciei o planejamento configurando o despertador para me acordar bem antes de forma a ter um bom tempo de segurança e não perder a minha carona.

 

Ao chegar na estação do metrô eu não conferir novamente o papel com o nome da estação por que já me lembrava da mesma. Daí peguei o metrô e segui minha viagem no entanto ao descer no destino identifiquei que tinha indo no local errado. Rapidamente me informei sobre a nova situação e tracei novo plano para que pudesse voltar e seguir para o local determinado, pois tinha um tempo fixo. Sim era um time box até as 7:15 da manha.

 

De volta ao metrô retornei para o ponto de origem e seguir em direção a estação correta rumo a ultima conexão quando de repente mais outro imprevisto. Entrei no ultimo metrô e as portas não fecharam como acontece por padrão. Acabou de ter uma pausa para manutenção justamente no momento em que cada minuto é crucial para atingir o meu objetivo. Nesse momento eu identifiquei um impedimento grave e iniciei o levantamento das alternativas para contornar o mesmo.

 

Como já estava próximo do horário combinado antecipei avisando  para meu amigo a possibilidade de atrasar a entrega de forma que não me aguardasse. O tempo entre abrir a porta e fechar é de aproximadamente uns três minutos e nesse caso estava sem previsão. Ao passar mais uns dois minutos as portas se fecharam e segui ao meu destino. A chegar lá gastei ainda mais uns dois minutos para identificar qual seria o local correto para aguardar a carona. Por fim cheguei ao local as 7:14 mantendo o horário combinado mesmo com o imprevisto que apareceu.

 

O exemplo citado se parece muito com o dia a dia de um projeto de desenvolvimento de software desde comprometimento com o Sprint, entendimento dos requisito, esclarecimento de todas as dúvidas com os usuários, alinhamento com os usuários de entregas incrementais para validar o produto final corrigindo os eventuais bugs. Acreditar em um cronograma fixo colado na parede é ilusão. Seja ágil e adapte-se as mudanças. 

 

 

[],
Ramon Durães