Desistir nunca! Recomeçar sempre….


Coca-Cola + Havaianas 

Depois de uma longa semana em São Paulo eu retornei a Salvador para um passeio de lancha pela Baía de todos os santos. Eu pude admirar o lindo dia de sol e apreciar cada gota de água do mar que era jogada pela lancha quando me veio a idéia de escrever um pouco sobre esse tema.


Eu nunca tive medo de trabalho que por falar iniciei desde cedo. E foi lá no passado que aprendi uma frase que escutamos muito hoje me dia “Quem vem de baixo tem que remar dobrado” e aprende a matar dois leões por dia. Os desafios do dia a dia vão aparecendo a cada instante e cabe a você ficar atento para administrar cada demanda procurando sempre a melhor solução para cada situação.

Eu tive a oportunidade de iniciar como professor muito cedo é um grande curso de tecnologia. Foi uma grande oportunidade para fazer amigos que tenho até hoje e contribuir com a formação de muitos profissionais. Porém em um determinado momento ainda naquela época eu já sabia que aposentar ali não estava nos meus planos.

Foi nesse momento que decidi abandonar o mesmo sem ter nada em vista. Em determinando momentos da sua vida os riscos são mínimos e é o grande momento que você tem que aproveitar para definir o rumo da sua carreira profissional buscando sempre algo que atenda as suas expectativas.


Nessa época eu já conhecia uma história muito legal que circulava na internet onde falava de uma família muito pobre que tinha apenas uma única vaquinha para prover o sustento e após a visita de um sábio ele a jogou no barranco. Ao retornar tempos depois estava a família em uma outra situação com uma nova vida depois do fim da acomodação … (Ref1,Ref2,Ref3).

Eu também joguei a minha vaquinha no barranco para seguir meus projetos em frente eliminando qualquer zona de conforto que pudesse me desviar dos objetivos. Para vencer você precisa ser persistente e não desistir nunca. Ao ler a história de Bill Gates, Steve Jobs e outros grandes nomes você verá que a trilha do sucesso sempre foi cercada de muita persistência e determinação de chegar a um objetivo.

Eu tive a oportunidade de trabalhar em grandes projetos com as piores dificuldades possíveis que poderia deixar qualquer pessoa em pânico. Ao contrário sempre converti essas dificuldades em um aprendizado constante. Hoje eu lembro rindo de situações em que carregava os equipamentos para uma sala. Colocava um terno e ia me reunir com os gestores do projeto, trocava de roupa de novo e ia para o escritório desenvolver, gerenciar e testar o projeto com a minha equipe de desenvolvimento.


Em determinado momento de tanto remar dobrado você acaba ganhando uma resistência e um grande poder de superação para as dificuldades. Eu vejo isso muito no Brasileiro que vai morar nos EUA. Ele sempre produz mais que o profissional local pelo simples fato que ele já está acostumado a trabalhar mais e a conviver e sobreviver com as varias dificuldades existentes.


O ideal de todo o processo é sempre termos acertos, mas baixas também fazem parte do processo de aprendizado e você precisa se preparar para isso procurando sempre se reestruturar o mais rápido já indo para o próximo desafio com essa resistência adquirida. A sua escola é dia a dia. Com isso evite repetir erros já conhecidos usando todo o legado como base de conhecimento.

Hoje ao contratar um profissional para trabalhar comigo eu sempre busco as pessoas que já entregaram algum projeto e que não desejem trabalhar comigo a vida toda. Isso pode parecer entranho em um primeiro momento você deve está pensando que sou louco em contratar uma pessoa que não quer ficar na minha empresa. No meu tipo de negócio nós precisamos de pessoas que dão o melhor de si criando soluções de negócio com qualidade, pois valorizam o resultado e o seu nome. Essa é a grande vantagem de se trabalhar com empreendedores.


No meu histórico todos que saíram por qualquer motivo hoje estão com seus próprios negócios e são nossos parceiros comerciais. Isso é muito interessante, pois mantemos um contato continuo sempre gerando novas oportunidades de negócio.


O meu avô chegou a São Paulo em cima do caminhão para fazer pequenas compras e levar para o interior. Acredito que deveria durar cerca de uma semana de viagem nas condições daquela época. Ela era um simples cara da roça que não teve a oportunidade de estudar, mas tinha objetivos na vida. Dos tempos de feirante até pequeno comerciante conseguiu patrocinar os estudos de todos os filhos. Encontrava uma novidade em São Paulo ele levava para a cidade como a famosa história de uma bomba d’água que fez sucesso.


Ele dava sempre um dinheirinho para os netos toda vez que os encontrava. Em um desses encontros ele descobriu que estava com um aparelho celular. Isso foi bem no inicio dos celulares no Brasil eu consegui um com um tio foi quando ele cortou a minha graninha falando que eu já estava com o burro na sombra por que já tinha até celular. Foi uma situação muito engraçada.

Não tenha medo de trabalho e nem de desafios. Encare como uma prova de resistência para lhe deixar mais forte ainda. Empreender é ver o sangue correr nas veias levando o sono embora e acelerando seu coração a mil. Viva e faça a diferença!

Nota:
– A Coca-Cola e Havaianas não estão patrocinando ainda esse post. Eles já gastam tanto em marketing que resolvi dar essa amostra grátis.
– Participe nos comentários colocando a sua opinião.
– Divulgue o link do post.
– Clique no botão retweet.


[],
Ramon Durães
Aposta no Brasil